Follow by Email

domingo, 11 de novembro de 2012

DICIONÁRIO YORUBÁ LETRAS "Q" E "R"


Amados irmãos (ãs) de nosso BLOG OLHOS DE OXALÁ.

Aqui estamos em mais um Domingo, e para agradecer pois estamos finalizando a primeira etapa, após a reformulação na estrutura de nossa grade de postagens aqui do BLOG.

Com certeza, muitos devem ter se surpreendido por estas mudanças tão bruscas e vejo isso pela quantidade de visualizações que caíram e muito. Mas é compreensível. 

Mas como toda a batalha tem suas perdas e suas conquistas. Esta é só mais uma fase que estamos passando para ficar ainda melhor. Pois como se diz: "nada acontece por acaso". Desta forma, que a COLETÂNEA DICIONÁRIO YORUBÁ, desta nova maneira que foi apresentada possa vir a auxiliar a todos que a procurarem para seu devido crescimento.

Nesta primeira etapa de nossa COLETÂNEA DICIONÁRIO YORUBÁ, não identificamos nenhuma palavra que se inicie com esta letra. Mas já estamos a todo vapor montando a segunda parte da COLETÂNEA que logo irá ser postada futuramente para melhor compreensão de todos. 


RA – raspar, barbear-se (Vd. BÓ, FÁ
– apodrecer, comprar, engatinhar 
RAN – tecer (Vd. WUN, HUN, OWÚN, OFÍ
RÀN LEWO – assistir 
RÁN LÓ – enviar, mandar ir 
RÀNLÓWÓ – ajudar, mandar ajuda 
RÁNTÍ – lembrar (Vd. RIRANTI
RÁN WAYÀ – mandar telegrama 
RARA – libertar (Vd. ÓMNIRA
RÁRÁ– não (Vd. BÉÈKÓ
RARI – raspar (a cabeça) (Vd. FÁRI, ÍRARI
– cansar, estar cansado, seu, sua, dele(a), de você 
– morder, cortar, ir embora para (Vd. BÙ-SAN, GE-JE, JAJE, BUNIJE
RÉIN – rir (Vd. RÍN
RÉLO - seduzir (Vd. TAN, WOLOJU
REPETE – muito, bastante 
RÈPETÈ - muito gordo 
REPÓ, REPOMÓ – redonda (Vd. RIBITI, KIBITI, BIRIKITI
RERE – bem, bom (Vd. DÁADÁA
RÉRÌN – rir 
RÉSÈSÉLÈ – humilhação 
RE SÍLÈ – humilhar, abaixar 
RETÍ – ficar na expectativa 
REWÀ – belo (Vd. DÁRA, AREWÀ, LEWÀ
– afundar 
– ver, encontrar , ver a chuva 
RIBITI – redonda (Vd. REPÓ, REPOMÓ, KIBITI, BIRIKITI
RÍ FIRÍ - avistar 
RIGBÁ - ter (verbo possuir), falar, obter (Vd. SO, NÍ WÍ, JÉRE
RÍ HÉ - achar 
RIJE – rico (Vd. DOSO, ILORÓ, LETÚ, OLOWO
RÍ LÓKÈRÈ - avistar 
RIN – molhado, úmido (Vd. TÚTÚ, ALAIYAN, TÚTÚ
RÌN – caminhar, andar 
RÍN – rir 
RÌN ÌRÌNAJO, RÌNRÌNAJO - viajar 
RÌNKÁKIRI SÁRELO – passear 
RÍRÀ - compra 
RIRANTI – lembrança, memória (Vd. RANTI, IYENÚ
RIRÍ – valor (Vd. LARÍ
RIRI – tremer de medo 
RIRUN – quebrado (Vd. JIJÁ
RISILÉ - decair 
RO – doer, tenro, enrolar no corpo (Vd. JOLÒ
– jorrar, mentir, produzir sons 
– pensar, acalmar, consultar o médico, quebrar a cabeça (pensando) (Vd. RÓNÚ
ROBÍ – sentir as dores do parto 
RÒJO - chover 
ROJÚ – barato 
ROLOYÉ – tirar do cargo 
RONÚ – bom 
RÓNÚ – pensar 
ROPÁ – acabar 
RORA – cuidado (ter) 
RORÓ – austero 
RÒ WÌPE – pensar que, achar que 
– carregar, carregar na cabeça 
- florir 
RÚBO – sacrifício, fazer oferenda 
RÚ EWE - florir 
RUM, RUMPI, RUNLÉ – tambores usados em casa-de-santo , denominações de origem Foon (Djedje) os tambores nagôs se chamam Ylús. 
RUN – consumir, gastar, mastigar, sucumbir 
RÙN – mal cheiroso 
RÚN – desabafar, destruir, esmagar 
RUNKO – Termo pelo qual se designa o aposento destinado à reclusão dos neófitos(os rescém iniciados) durante o processo de iniciação. É conhecido também como alíase, camarinha ou ainda àse. 
RÚSÚRÚSÚ – amarelo (Vd. PÚPÀ
RÚWE - florescer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.