Follow by Email

domingo, 19 de fevereiro de 2012

FALANDO DE NOSSOS ANCESTRAIS



Motumbá meus (minhas) amados(as) irmãos(ãs).

Muito se tem falado sobre nossas características sejam elas físicas, psicológicas e até temperamentais ou emocionais. É válido lembrar que desde o momento em que um espermatozóide se une a um óvulo se inicia uma longa jornada de nove meses em que um ser humano é gerado dentro do útero de uma mulher.

Muitas vezes dizemos que não temos nenhum valor ou que de nada servimos. Mas isto no bem da verdade não é coerente nem deve ser pensado ou imaginado.

Vejamos  por quê:No ato sexual, bem no momento em que o homem injeta os seus espermatozóides no corpo de uma mulher dá-se o início de uma grande e desenfreada corrida de milhões de seres vivos em direção ao encontro com o óvulo ali pronto para ser fecundado, gerando uma nova vida.

Entre estes espermatozóides, muitos acabam morrendo por vários fatores, sendo poucos que chegam ao encontro com o tal óvulo. Ali, dá-se o segundo passo da grande batalha.

Batalha que até hoje para vencermos na vida temos de enfrentar. E nesta batalha somente um daqueles poucos que conseguiram chegar ao seu objetivo, consegue romper a camada protetora daquele óvulo em questão. Juntando-se de forma a fundir-se com o óvulo e logo em seguida aquele óvulo começa uma terceira fase em sua realidade.

Neste momento começa a se dividir em pequenas células, cujas vão formando nossos órgãos, membros e tudo que somos hoje. Ou seja entre milhões de seres vivos, somente um foi o vencedor capaz de superar todas estas grandes batalhas dando origem a um ser único, perfeito e inconfundível. NÓS: EU, VOCÊ.

Herdamos sim características físicas de nossos pais, uns são mais parecidos com o Pai outros com a Mãe como é meu caso. Mas também herdamos características pessoais de nossos antepassados como: temperamentos, emoções, e até nosso lado espiritual vem como característica e não meramente como nos é apresentado como devendo seguir a religiosidade de nossos pais.

Quantos de nós já não nasceram em ventres de famílias evangélicas e acabaram optando por outra religião?

Isso vem não somente de nosso livre arbítrio de escolha, mas também como herança daqueles que já foram de nossa vida familiar mesmo que passada em gerações antigas.
No meu caso, fui criado numa família literalmente católica, mas herdei meu lado candomblecista de minha falecida avó. Ou seja isso acontece com todos nós, uns de uma forma outros de outra.

Mas então o que venho mostrar a vocês hoje através desta mensagem?

Primeiro que analise o seu proceder retirando de dentro de si todos os complexos interiores de inferioridade. Como dizer que você não tem valor. Que você não serve pra nada.

Isso pode ter sido herdado como pode ter sido imposto por meio de palavras duras que nossa inconsciência pode ter guardado de forma destrutiva e que perseverar até hoje, seja a idade que for, pode nos atrapalhar.

Em segundo lugar que você analise de onde vem a origem de sua espiritualidade. E como eu; lembre-se deles com carinho.

Se percebermos que foram pessoas que tiveram uma vida difícil ou sei lá destrutiva digamos assim. Lembre-se de lhe oferecer no caso dos falecidos uma vela branca, acompanhado de um copo com água, todas as Segundas-feiras. Mas ascenda essa vela fora de sua casa, para que estas vibrações ruins não venham ao seu encontro. E nunca se esquecendo de marcar uma missa se for o caso por suas almas.

No caso daqueles que já se foram e a lembrança bater: Não é vergonha alguma dar uma olhada nas recordações deles e se não possui mais que você possa sim sempre lembrar deles de forma carinhosa e amorosa. Pois de alguma forma, eles contribuíram para você ser a pessoa maravilhosa que você é. Assim como me lembro dos meus como mostro para cada um de vocês.

CONTEMPLANDO A AÇÃO DIVINA


Esta postagem é uma das várias que já fazia parte da antiga estrutura do BLOG OLHOS DE OXALÁ, e que esta voltando nesta nova fase pois tem muito a ver com cada um de nós.

Muitas vezes somos levados a pensar, meditar, avaliar como anda a nossa vida espiritual diante de tanta coisa que temos de passar no dia-a-dia.

Uns que se queixam como se tudo fosse cair de uma vez só sobre suas cabeças. Outros com problemas em casa com filhos, maridos, esposas, contas a pagar.

Todos nós sabemos que de alguma forma, cada um tem um motivo para se preocupar. Mas temos tempo para contemplar a nossa vida espiritual?

Desde a maior preocupação até a menor, todas são preocupações e de alguma forma nos afetam direta e indiretamente.

É engraçado, eu aqui escrevendo uma forma de apresentar as novas postagens de hoje e sou levado a meditar nisso. Como as coisas são divergentes as vezes, como eu mesmo não sei por que estou escrevendo isso...

Mas talvez acredito eu que alguém neste planeta esteja justamente precisando ler isso. Oxala, seja verdade!!! Não é mesmo?!

Mas sei que nisto tem sim um por que e um fundamento.

Eu mesmo andava preocupado de que este Blog não estivesse ficando bom ou não estivesse agradando.

Até Ogum, coitado tive de encher a paçoca dele (paçoca = encher), pois algo estava errado. Ninguém se manifestava, ninguém escrevia comentário algum, nem se posicionavam como seguidores. Parece besteira mas era pra mim sim uma preocupação.

Já estava a ponto de deletá-lo definitivamente como já pensei em outras vezes de outrora. Mas para minha surpresa a resposta veio como que de raio e assim que dei abertura ao toque pude ver que deu certo.

Eu particularmente tenho uma mania que aprendi com minha falecida Mãe Carmem de Oxum que dizia: "Na hora de vocês tomarem seu banho, fiquem um pouco sob a Água, se ajoelhem e peçam ao Pai Oxalá que aquela águinha que sai do chuveiro, sejam as Águas dele, para te purificarem de todos os seus medos, tristezas e problemas".

E sempre fiz isso todos os dias. Mas neste dia como disse ter torrado a paçoca de Ogum, até firmar velinha pelo Blog eu fiz e não tenho vergonha de partilhar isso com vocês. Afinal Ele é o Senhor dos Caminhos, então que ele pegue a sua espada e pronto vai na frente aplainando o caminho oras. E lá fui eu tomar meu banho.

Entrei na água, conversei com Oxalá.

No meu banheiro eu tenho firmado o Cantinho da minha Cabocla chamada Estrela do Mar, e pra minha surpresa ouvi uma voz bem suave no meu ouvido dizendo: "Vai naquela coisa quadrada que leva eletricidade (meu computador) e faz como você fez  para ter amigos, sabe-se lá de onde. Eu ainda nem sei como vocês terrenos conversam por um quadrado. Mas faça um para divulgar a religião".

Nossa na mesma hora eu cai na risada, até meu companheiro foi na porta para ver se eu estaria bem. Que mico ela me fez passar. Mas não tribuletei, me sequei, fiz meu ritual de sempre, creme aqui, cabelo penteado e com gel.

Passei meu cheirinho pra variar, afinal temos de ter nossas pequenas vaidades, fui para o quarto me vestir e sentei na frente do micro para montar o perfil do Blog no Orkut e ainda pensava comigo mesmo: "Eu to ficando piradinho!"

Mas fiz acreditando na voz que no chuveiro eu ouvi.

Mas não é que a danada tava certa?! Depois que montei esse perfil lá no Orkut, o número de visitas deste aumentou o triplo do que tinha, sem contar que agora seja por aqui ou pelo mesmo perfil em questão no Orkut, as duvidas, comentários, informações triplicaram.

Desta forma, só quero dizer em poucas palavras: seja lá a dificuldade que tiver, o problema que for tenha fé, use da fé, como nossos irmãos evangélicos dizem tome posse da graça e ela aconteçe!

Espero que gostem das atualizações, de fato me perdoem pela minha avaliação sobre a ação divina e minha história ate´que engraçada mas real no Banheiro. E espero sinceramente que disso você possa de fato avaliar melhor um pouco a sua situação mediante esta ação divina que sem muitas dificuldades esta ao alcançe de todos.



Axé.

EU ACREDITO NAS PESSOAS

Motumbá irmãos(ãs)

Bom dia! Espero que estejam bem e sejam sempre bem vindos aqui nos OLHOS DE OXALA.

Venho a cada um de vocês, hoje, de modo bem especial partilhar um texto enviado a mim através do ORKUT por meu amigo e irmão na fé: Augusto. Lembrando que esta postagem fazia parte também da antiga estrutura do BLOG, antes de passar por algumas reavaliações por minha pessoa.

Um texto que de certa forma, me fez parar um pouco e meditar sobre esta realidade constante em nossos dia-a-dia. O ACREDITAR NAS PESSOAS. Vamos ver o texto a seguir, lendo com muita atenção.

"Eu acredito nas pessoas,especialmente naquelas em que habita algo mais que a humanidade. Aquelas que, às vezes, a gente confunde com anjos e outras entidades divinas... Falo daquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes...

SONIA E SUAS FILHAS, ALÉM DE AMIGAS, GRANDES IRMÃS. 

Daquelas que te olham nos olhos quando precisam ser verdadeiras, que tecem elogios, agradecem e pedem desculpas com a mesma simplicidade de uma criança...

JULIANA, UMA PESSOA INESQUECÍVEL EM MINHA VIDA. 

Pessoas que não precisam fazer jogos para conseguir o que buscam, porque seus desejos são realizados por suas ações e reações, não por seus caprichos...

EU E MINHA TIA ALTIMIRA, COM NOSSOS FUNCIONÁRIOS NO HOTEL DA FAMÍLIA EM MINAS GERAIS.
 
Pessoas que fazem o bem e se protegem do mal, apenas com um sorriso, uma palavra, um beijo, um abraço, uma oração...
Pessoas que atravessam as ruas, sem medo da luz que existe nelas, caminham firmes e levantam a cabeça em momentos de puro desespero... 

MINHA IRMÃ FERNANDA, UMA LUZ NOS MEUS OLHOS DESDE PEQUENA. 

Pessoas que erram mais do que acertam, aprendem mais do que ensinam e vivem mais do que sonham... Pessoas que cuidam do seu corpo, porque este os acompanhará até o fim. Não ficam julgando gordos ou magros, negros ou brancos...


MINHA PRIMA CELINA, COM SEU MARIDO E MINHA TIA ALTIMIRA EM MINAS GERAIS. 

Pessoas, simplesmente pessoas, que nem sempre têm certeza de tudo, mas acreditam sempre. Transparentes, amigas, espontâneas, até mesmo ingênuas...

MINHA PRIMA LINS COM SUA FILHA ANGÉLICA

Prefiro acreditar em relacionamentos baseados em confiança, serenidade, humildade e sinceridade...
Prefiro acreditar naqueles encontros, que nos transmitem paz e um pouco de gratidão...

TRÊS GRANDES AMIGOS E FUNCIONÁRIOS MUITO QUERIDOS (RONALDO, TATIANE E AGNALDO)

Prefiro acreditar em homens e mulheres, que reverenciam a vida com a mesma intensidade de um grande amor...


FERNANDO, MESMO NAS BRIGAS, UM GRANDE COMPANHEIRO DE TODAS AS HORAS.

Que passam pela Terra e deixam suas marcas, suas lembranças, que deixam saudades e não apenas rastros...

MEU FALECIDO IRMÃO EDUARDO, SAUDADES INTENSAS. 

Homens e mulheres que habitam o perfeito universo e a perfeita ordem nele existente...

MEU FALECIDO IRMÃO MARCOS E NOÊMIA, TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS. 

Homens e mulheres de alma limpa e pureza de coração."

Desta forma queridos que possamos visualizar dentro de nós mesmos estas situações.

Podemos ser do Candomblé, da Umbanda ou até do Catolicismo (sim do Catolicismo). Tenho católicos frequentando o BLOG e isso é muito bom. Que cada um de nós possamos ver mais os nossos corações.

Temos uma religião linda por natureza, mas dentro dela, o que temos feito por nossos irmãos que muitas vezes não precisam de nada a não ser um mero abraço? 

O que temos feito por aqueles que de fato precisam de uma mão amiga?

O que temos feito para mostrar a diferença?

É bom pensar nisso, pois perder tempo em defesa ou argumentos, quando a religiosidade é atacada com palavras fazendo uma situação muitas vezes insignificante virar uma bola de neve.

As vezes os atos, as atitudes, o famoso dar o tapa na cara pode calar muita gente e virar o rumo de uma história. Esta é a lei da vida, que nos faz entender que ACREDITAR NAS PESSOAS, não é meramente ouvir, mas vivenciar, aprender, se colocar no lugar do outro.

Axé.

UMA HISTÓRIA PARA MEDITARMOS

Parábola da Rosa


Um homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente.

Antes que ela desabrochasse, ele a examinou e viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou,

"Como pode uma flor tao bela vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados?"

Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa e antes mesmo de estar pronta para desabrochar, ela morreu.

Assim é com muitas pessoas.

Dentro de cada alma há uma rosa:

Sao as qualidades dadas por Deus.

Dentro de cada alma temos também os espinhos:

Sao as nossas faltas.

Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os defeitos.

Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior.

Nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e consequentemente, isso morre.

Nunca percebemos o nosso potencial.

Algumas pessoas nao vêem a rosa dentro delas mesmas.

Portanto alguém mais deve mostrar a elas.

Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas.

Esta é a característica do amor.

Olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas.

Aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajudá-la a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições.

Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa, elas superarão seus próprios espinhos.

Só assim elas poderão desabrochar muitas e muitas vezes.

Portanto Sorriam e descubram as rosas que existe dentro de cada um de vocês e das pessoas que amam.