Follow by Email

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

COLETÂNEA OXÓSSI NA UMBANDA - PRINCIPAIS CABOCLOS DE OXÓSSI

De fato, muito temos que aprender sobre esta questão dos CABOCLOS NA LINHA DE OXOSSI, NA UMBANDA SAGRADA. Pois como estamos vendo, são assuntos e mais assuntos de uma intensidade e profundidade enormes. 

Mas mediante tudo isto que estamos partilhando com todos vocês. O que mais nos alegra é que, de fato, muita coisa na primeira versão da grade referente à OXÓSSI, foi esquecida. E se hoje, estamos aqui nos dedicando a postar de forma completa seus assuntos referentes é por que de alguma forma, em algum lugar foi inspirado a que essa correção acontecesse. 

Sendo assim vamos conhecer melhor um pouco sobre os CABOCLOS PRINCIPAIS da linha de OXÓSSI NA UMBANDA, para posteriormente aprendermos de forma mais aprofundada cada uma em questão. Pois dentro desta COLETÂNEA OXÓSSI NA UMBANDA - CABOCLOS temos muita coisa para aprender. Lembrando que na primeira versão não nos adentramos como se convinha neste assunto.

Os Setes Chefes de Legião da Vibração Espiritual de Oxossi 

CABOCLO ARRANCA-TOCO
 
Caboclo Araribóia
Intermediário Para Ogum 

Caboclo Arruda
Intermediário Para Oxalá 

Caboclo Cobra-Coral
Intermediário Para Xangô 

Caboclo Tupinambá
Intermediário Para Yansã 

Cabocla Jurema
Intermediário Para Oxum 

Caboclo Pena-Branca
Intermediário Para Yemanjá e Oxalá

COLETÂNEA OXÓSSI NA UMBANDA - OS CABOCLOS NA LINHA DE OXÓSSI

De fato, temos tido a oportunidade de vivenciar novas realidades de conhecimento, a partir do instante que nosso COORDENADOR PEDRO MANUEL T'OGUM, nos solicitou a modificação quanto a forma de estrutura das postagens de nosso BLOG OLHOS DE OXALÁ

Como ele mesmo relata, suas origens vieram de uma CASA DE AXÉ, onde mesmo tendo a realidade do CANDOMBLÉ como raíz principal da casa. Os catiços da UMBANDA SAGRADA, nunca deixaram de ser cultuados. E quando ele nos relata fatos, histórias mais impulsionados ficamos em nos adentrar neste assunto.


Entre todo este conhecimento o que mais nos motivou hoje de postarmos sobre as realidades de OXÓSSI NA UMBANDA, foi justamente a atuação dos CABOCLOS DE OXÓSSI, nesta grande realidade religiosa que a UMBANDA SAGRADA nos oferece.

A marca mais característica da Umbanda, uma religião surgida no Brasil no final do século XIX e início do século XX, é a manifestação de entidades espirituais, por meio da mediunidade de incorporação.
 

Os primeiros espíritos a "baixar" nos terreiros de Umbanda foram aqueles conhecidos como Caboclos e Pretos-velhos, a seguir surgiram outras formas de apresentação como as Crianças, conhecidas, variadamente, como Erês, Cosme e Damião, Dois-dois, Candengos, Ibejis ou Yori.
 

Essas três formas, Crianças, Caboclos e Pretos-velhos, podem ser consideradas as principais porque resumem vários símbolos: representam, por exemplo, as raças formadoras do povo brasileiro - indígenas, negros e brancos europeus - e também representam as três fases da vida - a criança, o adulto e o velho - mostrando a dialética da existência.
 

Além disso, trazem valores dos arquétipos de Pureza e Alegria na Criança; Simplicidade e Fortaleza no Caboclo e a Sabedoria e Humildade dos Pretos-velhos, mostrando o caminho para a evolução espiritual dos sentimentos, do corpo físico e da mente. Com a expansão da Umbanda, muitas entidades apareceram, como os Baianos, Boiadeiros, Marinheiros e outras, sem falar de Exu Catiço, outro grande ícone umbandista.

Essa diversidade confirma a abrangência desse movimento espiritual que chama a todos e recebe seres encarnados e desencarnados, com vibrações de fraternidade e amizade sob a luz de Oxalá. 

Caboclos são espíritos de humanos que já viveram encarnados no plano físico e são, portanto, nossos ancestrais, e se relacionam com os espíritos da natureza, recebendo nomes de animais, plantas ou outros elementos naturais, e aproximando esse fato ao Orixá Oxossi, que na África é cultuado como Odé, o caçador, o Senhor das Florestas, conhecedor dos segredos das matas e dos animais que lá vivem, diz-se que os Caboclos que baixam na Umbanda são espíritos ligados a Oxossi. 

Muitos entendem que somente esses são caboclos e que as entidades da vibração de Ogum, Xangô, Yemanjá e Oxalá não seriam, propriamente, caboclos. No entanto, há caboclos da praia, do mar e das ondas, das pedreiras, das cachoeiras, dos rios etc., cujos elementos se associam mais aos outros Orixás que a Oxossi. Aqui estamos entendendo os Caboclos de maneira mais ampla, como símbolo de fortaleza, do vigor da fase adulta, existindo caboclos de Oxossi, Xangô, Ogum etc.

Caboclos de Oxossi: Caboclo Sete Flechas, Caboclo Folha Seca, Caboclo Pena Vermelha, Cacique das Matas, Caboclo Cobra-coral, Cabocla Jurema, Cabocla Jacyra, Caboclo Ventania, Caboclo Caçador, Arruda, Aimoré, Arapuí, Boiadeiro, Caçador, Flecheiro, Folha Verde, Guarani, Japiassú, Javarí, Paraguassu, Mata Virgem, Pena Azul, Pena Branca, Pena Verde, Pena Dourada, Rei da Mata, Rompe Folha, Serra Azul, Tupinambá, Tupaíba, Tupiara, Ubá, Sete Encruzilhadas, Junco Verde, Tapuia, etc.

Para citar alguns da linha de Oxalá, que dificilmente baixam, temos Caboclo Ubiratan, Caboclo Girassol, Caboclo Ipojucan, Caboclo Guaracy e Caboclo Tupi. Esses caboclos, normalmente, vêm fazendo cruzamento vibratório com outros orixás, especialmente com Oxossi.

Para quem vivência o terreiro, que há anos luta as batalhas espirituais e já viu os caboclos vencendo as demandas dos filhos-de-fé, afastando entidades negativas, tratando doenças que a medicina muitas vezes não resolve e dando lições de simplicidade, humildade, coragem e persistência, ouvir ou mesmo lembrar esses pontos cantados, traz uma sensação de alegria que enche o coração, renova o ânimo e nos dá a certeza de que estamos no caminho certo. Melhor do que qualquer leitura sobre caboclo é vê-lo incorporado atendendo quem precisa.

Oi Saravá Meu Pai Oxóssi auê auâ!
Oi Macutara de Maleme!
Oi que bamba o crime é de Maracambi!

Okê Caboclos!

COLETÂNEA OXÓSSI NA UMBANDA - RITOS, SÍMBOLOS E OFERENDAS


Na postagem anterior vimos que Oxóssi tem um grande sincretismo com vários santos provenientes da IGREJA CATÓLICA, tendo entre si vários nomes em nosso nosso território nacional. Para alguns pode ser SÃO SEBASTIÃO, como para outros pode ser também SÃO JORGE.

Por não ser uma religião codificada, a Umbanda apresenta variação de ritos, símbolos e oferendas.

Em geral, considera-se que o dia de Oxóssi é quinta-feira e seu símbolo seria o arco e a flecha em ferro fundidos.

As oferendas a Oxóssi na Umbanda - consideradas pela grande maioria de seus seguidores como ritos que potencializam a energia dos Orixás - são de elementos correlatos à do chacra do plexo solar, bem como ao comprimento de onda de cor amarela. 

Assim, suas oferendas haveriam de se aproximar de tal padrão energético, seja pela cor do elemento, seja por sua composição. Alguns exemplos de oferendas comuns em vários centros e tendas umbandistas: milho cozido; côco em lascas; girassol; rosas brancas; velas brancas e amarelas; cerveja; licor de caju; flores do campo; entre outros.

Por ser um orixá caçador, logo os negros o associaram a São Jorge, já que este é representado de armadura matando um dragão.

COLETÂNEA OXÓSSI NA UMBANDA - AS ORIGENS

Motumbá meus irmãos (ãs) de nosso BLOG OLHOS DE OXALÁ

Uma nova semana se inicia e com ela novos ares de vitórias, lutas, perdas, ganhos. Mas acima de tudo, como deixamos claro, aqui estamos novamente nos aprofundando ainda mais na grandeza do ORIXÁ DA FARTURA. Pois é estamos falando de OXÓSSI.

Como deixamos claro, através das regras impostas por nosso COORDENADOR PEDRO MANUEL T'OGUM, não poderíamos deixar de virar nossos olhos aos nossos irmãos de nossa tão querida UMBANDA SAGRADA. Afinal, mesmo muitos de nós, EQUIPE OLHOS DE OXALÁ, bem como muitos adeptos do CANDOMBLÉ hoje, tiveram suas origens na UMBANDA.

Sendo assim, esta COLETÂNEA OXÓSSI NA UMBANDA, busca de fato nos transmitir as ORIGENS do culto ao grande ORIXÁ DA CAÇA E DA FARTURA. Ainda mais, sabendo que Oxóssi na Umbanda é considerado patrono da linha dos caboclos, atuando para o bem-estar físico e espiritual dos seres humanos.


Segundo esta religião, Oxóssi é figura representativa de uma das sete forças principais de Deus: a força da luta, do trabalho, da providência e da afirmação positiva. Assim, para a Umbanda, Oxóssi representa uma das sete forças primordias de Deus, pertencendo ao pólo positivo das energias espirituais. Expandindo, irradiando e impelindo os seres para a construção vigorosa de seus destinos, bem como garantindo que os mais fragilizados encontrem doutrinação firme e amorosa, desenvolvendo seu saber religioso e sua fé.

Oxóssi, tem origem na mitologia africana, para a qual seria um antepassado africano divinizado, filho de Yemanjá, irmão de Omulu / Obaluayê e rei da cidade de Oyó. Localizada na África sudanesa - de onde provêm os povos nagô (keto, ijexá e oyó) e mina-jeje. Também é considerado o caçador por excelência; o arqueiro de uma flecha só - sempre certeira.

A Umbanda, considerada por muitos como fundada em 1908, é expressão do sincretismo ocorrido no Brasil em razão da perseguição religiosa aos cultos africanos. Por reunir elementos africanos, espiritualistas e cristãos, a figura de Oxóssi pode aparecer, muitas vezes, misturada à figura católica de São Sebastião, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e estados do demais centro -sul do Brasil, e São Jorge, no estado da Bahia.