Follow by Email

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

OGAN FRANKLIM D' OGUM - DIVULGANDO CONOSCO

BABA DUDA TY LOGUNEDE - DIVULGANDO CONOSCO


BABA  DUDA  TY  LOGUN-EDE


MUDAS:  

DENDEZEIRO

OBI ABATA


IROKO

BAOBÁ, OROGBO, PIMENTA DA COSTA. ESTA  É RARÍSSIMA POIS TENHO DUAS APENAS TRAZIDA POR UM AFRICANO. 

FOLHAS FRESCAS PARA ASSENTAR EXU.

ANÍES WICCA

MACASSÁ, ORIRI, OXIBATA, ORI PEPE, E MUITAS OUTRAS  PARA  RITUAL. TENHO  OFÓS QUE VIERAM DA AFRICA PARA COLOCAR  PERFUME  PARA  AMOR.  TRABALHO,  PROTEÇÃO.
COMO  PREPARAR O OSÉ DUDU PARA TODOS FINS.

MSN:  dudalioi@hotmail.com   TELEFONES: 11 6391-3694 / 11 8045-2057

VIDA EM COMUNIDADE


É muito bom ver pessoas de diferentes localidades e experiências unidas neste BLOG. Pessoas unidas, seguindo a mesma direção. Esta, que nos leva à realidade de uma comum união = comunhão. Uma verdadeira COMUNIDADE, mesmo que ainda virtual.


Mas o que é uma Comunidade? Para falar de Comunidade, uma comum união, temos que saber a sua origem, tipos e passos para juntos seguir em seus caminhos mesmo que seja dentro de um Terreiro ou Ilê. Seguindo alguns ensinamentos cristãos, vemos em Atos 2, 44 que diz: "Todos os fiéis, viviam unidos e tinham tudo em comum." Aqueles fiéis, se reunião para juntos orarem, viverem a fé na maior unidade possível para assim crescerem juntos. Assim como os discípulos desta realidade religiosa, também somos chamados. E qual o primeiro passo da VIDA EM COMUNIDADE?

Vamos ver em pontos concretos:


FAMÍLIA -  Jesus, conforme a Bíblia, para se fazer um de nós, teve que passar pelas mesmas experiências que passamos. E tudo inicia-se na Família. No momento em que um homem e uma mulher se unem em um só corpo, começa a COMUNIDADE em sua geração. Dentro desta comunidade são necessários algumas regras. Estas se encontram em: Atos 2, 42 "Perseveravam eles na Doutrina dos Apóstolos, nas Reuniões em comum, na fraçaõ do pão e nas orações".


DOUTRINA DOS APÓSTOLOS - Acontece nos momentos em que aprendemos o B + A = BA da fé. Os ensinamentos, o aprendizado para o futuro que nossos BABALORIXÁS, YALORIXÁS ou ainda nossos IRMÃOS MAIS VELHOS, tem para nos passar. Assim como aconteceu com Jesus, que recebia todos os ensinamentos de seus pais: 

JOSÉ - na parte do trabalho e das Leis de Deus (preceito judáico).
MARIA - na intimidade com o Pai, através da oração e do Espírito Santo (esposa direta do Espírito Santo). 

Em nossa realidade espiritualista, vemos que os Babalorixás (homens), sempre nos indicam a maior parte dos ensinamentos voltados ao trabalho e a Doutrina em si. Sendo direta a ligação mesmo que com  o Cristianismo. Com as Yalorixás (mulheres), vemos que a intimidade com os Orixás, quanto aos seus sentimentos e ao seu respeito, bem como aos preceitos é de acordo aos ensinamentos apresentados acima. 


NAS REUNIÕES EM COMUM - o momento em que são trocadas todas as experiências de vida: as circunstâncias, as dificuldades, os problemas, as tristezas e as alegrias. 

É muito raro hoje em dia, ver uma comunidade espiritualista, seja no Candomblé ou na Umbanda, o uso das reuniões em comum. Visando uma plenitude quanto a aplicação do método de vida de uma COMUNIDADE real e concreta. Esta prática deve ser posta em prática. 


FRAÇÃO DO PÃO - divisão do alimento, um lugar de respeito, de oração e oferta ao Senhor, conforme as tradições Cristãs. Bem sabemos que as comidas dentro da religiosidade do CANDOMBLÉ, ou até mesmo da UMBANDA, são de fato muito respeitadas e importantes. Pois bem sabemos que existe todo um ritual para qualquer tipo de COMIDA AOS ORIXÁS, bem como as rezas constantes. E que após serem ofertadas, também são distribuídas em comum a todos os viventes. 


Nas ORAÇÕES - família que ora unida permanece unida, isto é o que nos apresenta um velho ditado pregado pelos Antigos. Toda a COMUNIDADE, necessita deste alimento espiritual, que nos leva a intimidade com o Senhor - preceito pregado no Cristianismo. É o sustento e alicerce de tudo. 

Bem sabemos que nas nossas realidades espiritualistas, bem sabemos que sem as rezas, cantigas, dedicadas aos Orixás nada vale ou tem seu devido valor. Sabemos que as orações, ritos e até os cultos são importantes vínculos aos frequentadores para seu crescimento espiritual. 

É na COMUNIDADE, que tudo se inicia. A mesma em que Jesus viveu para aprender as obras do Pai, para depois pregar sobre o Reino de Deus. Quando começamos a viver a comunidade, na oração, doação, partilha. Somos levados a viver uma outra realidade, outra comunidade em que somos levados a viver nos mesmos passos, mas numa outra realidade.

COMUNIDADE CRISTÃ (IGREJA) OU COMUNIDADE DE ILÊ (NOSSA REALIDADE) - Ef 2, 19. 22. "Consequentemente, já não sois hospedes e nem peregrinos, mas sois concidadãos dos santos e membros da Família de Deus, é nele que também vós outros, entrais conjuntamente pelo Espírito na estrutura do Edifício que se torna habitação de Deus". Ou seja, deixamos a comunidade familiar de lado, passando a viver a COMUNIDADE com pessoas que vivem outras realidades. Uma posição que também temos de viver as regras: os ENSINAMENTOS, AS REUNIÕES EM COMUM, FRAÇÃO DO PÃO E AS ORAÇÕES

A VIDA EM COMUNIDADE é um fruto que nos dirige a uma espiritualidade maior e bem mais amadurecida e fundamentada, onde deixamos de fazer parte de uma família e somos levados a fazer parte da família de Axé. Ou sejá, deixamos de ser criaturas, conforme ensinos cristãos formados a imagem e semelhança de Deus, para passar ainda acreditando no mesmo Deus, mas com uma diferença. Sendo filhos dos Orixás, aqueles que nos dão os caminhos necessários para bem viver. 

Somos na COMUNIDADE, membros uns dos outros, como peças de um jogo. Necessários mutuamente aos irmãos. Mas como saber se realmente estamos unidos?  Se formos colocar em pauta um Versículo Bíblico iremos perceber uma realidade muitas vezes esquecida: Mt, 18, 20 "Porque onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, ai estou eu no meio deles."

Conforme este Versículo em questão, para os Cristãos podemos perceber que após a morte e ressurreição do Cristo, todos eles tinham pela fé a certeza de que Ele estaria em seu meio a partir do momento em que estivessem reunidos em oração (fé). Nós também temos esta certeza, de que ao estarmos reunidos dentro de uma COMUNIDADE (ILÊ), voltados de coração e fé na força dos Orixás, sabemos que eles andam constantemente conosco.


Se formos colocar em foco, a realidade de três pessoas conversando, onde entre elas - duas estão falando de assuntos totalmente diferentes, não da para ter um consenso de assuntos. Ou atendemos bem a um e destratamos o outro. Ou então que os três cheguem na conclusão de um assunto em comum a todos. Da mesma forma, numa COMUNIDADE DE AXÉ, todos os membros deverão estar unidos num objetivo em comum. A fim de que todos cheguem numa conclusão geral e o crescimento seja alcançado por todos. 

Espero que esta reflexão possa em algum ponto ter serviço para verificar alguma probabilidade de erro para se alcançar a correçaõ e a conclusão em questão de um todo.