Follow by Email

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

COLETANEA CONHECENDO OXUM - SINCRETISMO NA BAHIA

Como vimos na postagem anterior, OXUM é venerada de acordo com o SINCRETISMO em vários lugares do BRASIL e em CUBA

Associar um ORIXÁ do panteão AFRICANO, com Santos Católicos, teve seu início ainda no tempo da escravidão aqui no BRASIL. Não estamos aqui dizendo que OXUM seja NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS, ou NOSSA SENHORA DOS PRAZERES, muito menos NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA.

Mas esta ligação da ORIXÁ OXUM, com estas SANTAS CATÓLICAS, foi a forma mais simples, digamos assim, que os NEGROS ainda escravos, encontraram para continuar seus CULTOS. Sem a proibição dos SEUS SENHORES, naquela época. 

Mas para se ter conhecimento quanto a esta ORIXÁ, devemos abrir os nossos olhos, abrindo o nosso entendimento, para que através desta coligação, diga-se de passagem, seja mais fácil para compreendermos ainda mais seus mistérios. Afinal como já falamos anteriormente OXUM é a ORIXÁ dos mistérios.

História de Nossa Senhora da Candelária


A origem da devoção à Senhora da Luz tem os seus começos na festa da apresentação do Menino Jesus no Templo e da purificação de Nossa Senhora ("Candelária"), quarenta dias após o seu nascimento (sendo celebrada, portanto, no dia 2 de Fevereiro). 

De acordo com a Lei mosaica, as parturientes, após darem à luz, ficavam impuras, devendo inibir-se de visitar ao Templo até quarenta dias após o parto. Nessa data, deviam apresentar-se diante do sumo-sacerdote, a fim de apresentar o seu sacríficio (um cordeiro e duas pombas ou duas rolas) e assim purificar-se. 

Desta forma, José e Maria apresentaram-se diante de Simeão para cumprir o seu dever, e este, depois de lhes ter revelado maravilhas acerca do filho que ali lhe traziam, teria-lhes proferido a Profecia de Simeão: «Agora, Senhor, deixa partir o vosso servo em paz, conforme a Vossa Palavra. Pois os meus olhos viram a Vossa salvação que preparastes diante dos olhos das nações: Luz para aclarar os gentios, e glória de Israel, vosso povo» (Lucas 2:29-33).

Com base na festa da Apresentação de Jesus / Purificação da Virgem, nasceu a festa de Nossa Senhora da Purificação; do cântico de São Simeão (conhecido pelas suas primeiras palavras em latim: o Nunc dimittis), que promete que Jesus será a luz que irá aclarar os gentios, nasce o culto em torno de Nossa Senhora da Luz/das Candeias/da Candelária, cujas festas eram geralmente celebradas com uma procissão de velas, a relembrar o facto.

Aparição

A Virgem da Candelária ou Luz apareceu em uma praia na ilha de Tenerife (Ilhas Canárias, Espanha) em 1400.

Os nativos guanches da ilha ficaram com medo dela e tentaram atacá-la, mas suas mãos ficaram paralisadas. A imagem foi guardada em uma caverna, onde, séculos mais tarde, foi construído o Templo e Basílica Real da Candelária (em Candelária). Mais tarde, a devoção se espalhou na América.

É santa padroeira das Ilhas Canárias, sob o nome de Nossa Senhora da Candelária.

História de Nossa Senhora dos Prazeres


A devoção à Virgem Maria, com o título de Nossa Senhora dos Prazeres, é muito antiga e teve sua origem em Portugal. A mãe de Jesus foi assim chamada para recordar as suas sete alegrias aqui na terra junto de Seu Filho, Jesus. 

Essas ale­grias foram reveladas por Nossa Senhora a um frade franciscano que tinha o costume de oferecer-lhe uma linda coroa de flores. Estas são as maiores alegrias da mãezinha do céu: anunciação do anjo, visita à sua prima Isabel, nascimento de Jesus, encontro com o menino no Templo, ressurreição de Jesus, vinda do Espírito Santo e sua Assunção e coroação como Rainha do céu.

A aparição em Lisboa

O culto a Nossa Senhora dos Prazeres ganhou grande impulso principalmente depois de sua aparição no século XVI. Aconteceu durante uma terrível peste que matava a população de Lisboa, Portugal.

A bondade de Deus manifestou-se por meio da Virgem Maria, que apareceu em uma fonte e deu aquela água a graça para curar os doentes. Daí nas­:eu o costume de pedir a bênção para a água com a intercessão de Nossa Senhora dos Prazeres e levá-la aos enfermos.

Nesse mesmo tempo, a rainha do céu aparece a urna menina pedindo a construção de uma igreja, para ser venerada pelo povo com o título de Nossa Senhora dos Prazeres. Por meio desse pedido, queria indicar o sentimento que jamais deve faltar no coração dos filhos de Deus: Alegria.

Tudo foi feito de acordo com o pedido da mãe de : Jesus e logo as graças começaram a acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.