Follow by Email

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

PALAVRAS DE PEDRO MANUEL T'OGUM - A COZINHA DO ORIXÁ

Motumbá meus (minhas) irmãos (ãs) de nosso BLOG OLHOS DE OXALÁ.

Como temos visto, estamos de fato nos preocupando em levar até você de fato conhecimentos e estudos mais detalhados quanto à todas as realidades que são direta e indiretamente ligados à ORIXÁ OXUM.

Nesta manhã, nosso BLOG OLHOS DE OXALÁ, se preocupou em levar até você um pouco mais sobre algumas das CABOCLAS DE OXUM. Uma COLETÂNEA que demos início ontem e que hoje nos propomos a levar de forma mais individualizada sobre as principais e mais cultuadas, em nosso território nacional.

Mas também não posso deixar de vir aqui, de fato, partilhar outras situações voltadas à nossa RELIGIOSIDADE. Entre elas, uma que parece tão simples e banal, mas de suma importância. Que diretamente percebemos não somente a importância da mulher, mas principalmente a presença de OXUM, que transmite esta mesma realidade que muitas vezes, muitos nem se preocuparam em tentar perceber ou discernir.

Lá trás vimos que OXUM é de fato a "SENHORA DO RONKÓ", pois ali se trata de todo o útero de todo e qualquer ORIXÁ. E isto é fato. Mas em que outro lugar, OXUM e outras ORIXÁS FEMININAS se fazem presentes, dentro de uma casa de Asé? Ou para ser mais especifico, onde se da o inicio de todo o CANDOMBLÉ?


Exatamente, todo e qualquer CANDOMBLÉ e até mesmo, qualquer toque de UMBANDA SAGRADA. Tem seu inicio na COZINHA DE SANTO.

Um lugar sagrado, onde o silêncio deve prevalecer. Não é um lugar para conversinhas, ou até, a presença de muitas pessoas. Homens? Bom... muitas casas permitem sim a presença de homens neste recinto sagrado. Mas o certo mesmo é que este recinto seja dignamente direcionado por mulheres capacitadas para confeccionar as mais diversas COMIDAS VOTIVAS de cada ORIXÁ.

Não é a toa que os cargos YA BASSÉ e YÁ SIGÉ são dados e conferidos às mulheres. YÁ BASSÉ para aquela que é responsável única e exclusivamente a preparar o Axé do Orixá. E Yá SIGÉ, designada a preparar a comida ofertada aos viventes.

Detalhe, em sua maioria, pessoas tanto de OXUM, bem como YEMANJÁ. Claro que podem perfeitamente, filhas de outros ORIXÁS estarem neste serviço tão necessário, digno e direcionado. Mas em sua maioria vemos filhas destas duas ORIXÁS presentes sempre em específicos cargos.

Desta forma, eu levanto um questionamento: dentro de toda a tradição de matriz africana, o que melhor convém para uma COZINHA DE SANTO: FOGÃO INDUSTRIAL ou FOGÃO À LENHA?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.