Follow by Email

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

COLETÂNEA OXUM, NOS CAMINHOS INICIÁTICOS - HIERARQUIA

Hierarquia


As posições principais do Ketu (são chamados de cargo ou posto, em yoruba Olóyès , Ogãns e Àjòiès), em termos de autoridade, são: 

O cargo de autoridade máxima dentro de uma casa de candomblé é o de Iyálorixá (mãe-de-santo) ou Babalorixá (pai-de-santo). São pessoas escolhidas pelos Orixás para ocupar esse posto. São sacerdotes, que após muitos anos de estudo adquiriram o conhecimento para tal função. 

Quando a pessoa escolhida através do jogo de búzios ainda não está preparada para assumir o posto, terá que ser assistida por todos Egbomis (meu irmão mais velho) da casa para obter o conhecimento necessário. Iyalorixá ou Babalorixá. A palavra iyá do yoruba significa mãe, babá significa pai. 

Iyakekerê (mulher): mãe pequena, segunda sacerdotisa. 

Babakekerê (homem): pai pequeno, segundo sacerdote. 

Iyalaxé (mulher): cuida dos objetos rituais. 

Ojubonã ou Agibonã: mãe criadeira, supervisiona e ajuda na iniciação. 

Egbomis: são pessoas que já cumpriram o período de sete anos da iniciação (significado: egbon mi, "meu irmão mais velho"). 

Iyabassê: mulher responsável pela preparação das comidas-de-santo. 

Iaô: filha-de-santo que já entra em transe. 

Abiã ou abian: novato. 

Axogun: responsável pelo sacrifício dos animais (não entra em transe). 

Alagbê: responsável pelos atabaques e pelos toques (não entra em transe).  

Ogãs ou Ogans: tocadores de atabaques (não entram em transe). 

Ajoiê ou ekedi: camareira do Orixá (não entra em transe). Na Casa Branca do Engenho Velho, as ajoiés são chamadas de ekedis. No Gantois, de "Iyárobá" e na Angola, é chamada de "makota de angúzo". "Ekedi" é nome de origem Jeje, que se popularizou e é conhecido em todas as casas de Candomblé do Brasil. 

Desta forma, amados amigos(as), damos início a futura formação numa página própria que já esta sendo construída sobre a HIERARQUIA dentro do Candomblé. Onde viso explicar de fato cada função (cargo) dentro de uma casa de Candomblé a fim de sabermos valorizar a cada uma e desta forma conheçermos um pouco mais sobre a beleza de nossa religiosidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.