Follow by Email

sábado, 19 de janeiro de 2013

COLETÂNEA OXUM, NOS CAMINHOS INICIÁTICOS - A DIFERENÇA ENTRE ABIKÚ E ABIAXÉ!!!!!

Motumbá meus (minhas) irmãos (ãs) do BLOG OLHOS DE OXALÁ

Aqui estamos mais uma vez, com grande alegria, compartilhar mais uma grande postagem exclarecedora sobre um assunto que de fato vem de acordo com a SEQÜÊNCIA de nossas atuais COLETÂNEAS.

De uns tempos para cá é crescente  o número de pessoas que se apresentam como ABIAXÉS (ABIASÉS). Bem como o número de pessoas que tem ouvido por vários BABALORIXÁS/YALORIXÁS, despreparados que todo mundo virou ABIKÚ. Mas o que de fato vem a ser isto? Qual a diferença de um para com o outro?

Através deste texto muito bem colocado entre as inúmeras postagens dentro do FACEBOOK, mas que nos chamou a atenção de tão perfeita colocação e explanação. Acompanhe conosco:


A diferença entre os Abikús e os Abiaxés 

No Brasil, há uma confusão muito grande entre os Abikús e os Abiaxés. 

Os Abikús são espíritos que, literalmente, "nascem para morrer", por terem feitos promessas de voltar ao plano espiritual ainda crianças, ou por terem se recusado à permanecer no plano dos vivos. Elas são consideradas pela ancestral cultura africana como pertences a uma legião de “demônios” que moram nas florestas ou em torno das árvores de Iroko: a gameleira branca,ou ainda figueira chorona. 

É sábio que cada um desse abikús quando nascem já trazem consigo o dia e a hora em que vão retornar para o “outro lado da vida” para companhia dos seus “amiguinhos” das florestas de Iroko. Geralmente esse tempo é determinado entre o nascimento e os 7 anos de vida. 

Assim as providencias são tomadas para que essas crianças permaneçam no mundo dos vivos. Fazendo esquecer as datas, e conseqüentemente seus “amiguinhos do outro lado”. Além de amuletos e magias feito nessas crianças, os quais vão desde símbolo, breves e patuás que são postos em suas pernas, braços e pulsos, pinturas destoantes são feitas em seu corpos de formam que transmitam sentimentos repulsivos para que assim os seus “antigos companheiros” do outro lado recusem uma nova ligação com “figuras deformadas” e os obriguem a ficar na vida. 

Já os Abiaxés são crianças cujo as mães entraram para a iniciação no Candomblé enquanto estavam gestantes. 

Os Abiaxés são as crianças nascidas “feitas de berço” e com missão espiritual. Os Abiaxés podem ou não refugar a missão espiritual na terra, retornando ao convívio de Olodumare, dependendo unicamente do teor de compreensão que obtiverem de seus pais, mestres, tutores, cônjuges e etc… 

Hipótese nº1 de ABIAXÉ – é oriundo de uma transmigração espiritual (morre em algum lugar, país,etc) e nasce na mesma hora ou horas depois em outro lugar e outro corpo. Carecendo apenas de um ritual de confirmação ou coroação do Ibá Orí (três adoxos e tudo mais), conforme o cargo espiritual designado por Ifá. 

É oferecido á Olodumaré pelos seus pais ou tutores e jamais conseguirá fugir de seu odú (predestinação), sob pena de refugar á missão terrestre (morrer), missão esta que geralmente é politica, missionária social ou espiritual. 

Hipótese nº 2 de ABIAXÉ – é “feito” (raspado) na barriga da mãe, quando está é recolhida para a “feitura” e está grávida. Aí a criança recebe todos os fundamentos que a mãe receber, independente da qualidade de Orixá, nascendo “feita” deste mesmo orixá e carecendo apenas da confirmação ou coroação, as quais seguem as mesmas ritualísticas do primeiro caso de abiaxé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.