Follow by Email

quarta-feira, 4 de abril de 2012

COMIDA DE OGUM - PARTE I - FEIJOADA

Motumbá meus irmãos queridos e amados.

Hoje, eu venho logo cedo, motivado por Ogum a deixar uma nova postagem, entre várias. Um novo caminho, que sei vai ser de grande valia, a fim de ajudar nosso crescimento espiritual. Pois dela, que é de forma simples, um motivador para podermos aprender a lidar com os Orixás. Aprendendo a lidar com suas comidas que de cara já vão encantando nosso paladar através de nosso olhar. 

As comidas dos Orixás, não vem a ser nenhum mistério. Mas ressalto que dependendo do Orixá e de sua qualidade, cada comida deve ser feita de um modo diferente. Assim podemos consultar nossos Babalorixás ou Ialorixás para saber qual forma melhor de agradar um Orixá em questão de forma mais digna e correta a fim de que o que lhe apresentamos seja levado em conta e de forma bonita, aceita por eles com bom grado. 

É válido lembrar que estamos dentro do mês de Abril, dedicado em nosso Blog, a Ogum. Um orixá guerreiro e que tem pressa para estar sempre em batalha. Desta forma, suas comidas em sua maioria são de fato rápidas, simples e objetivas. 

Uma de suas comidas preferidas sem sombra de dúvida é o Inhame Assado, mas deve-se lembrar e ressaltar que Ogum também aceita o Feijão preto. E nada melhor que agradar nosso Pai tão querido que vai a nossa frente abrindo todos os caminhos fechados e que muitas vezes não vemos soluções, com uma bela FEIJOADA. Que para uma boa "Quarta-feira" para os viventes é uma boa pedida e indicação. 

Desta forma, meus amados vou postar uma receita super pratica e com seu modo de preparo a fim de que possa contribuir com cada um de vocês para se oferecer ao nosso Pai Ogum, lembrando que ainda estamos nos dedicando as postagens referentes a este Orixá. 

FEIJOADA DE OGUM (RECEITA)




DEVE-SE LEMBRAR QUE TODA COMIDA VOTADA AO ORIXÁ DEVE-SE SER FEITA COM ZELO, RESPEITO E AMOR. SUGIRO QUE SE ASCENDA UMA VELA BRANCA DURANTE O PROCESSO DE COZIMENTO ATÉ A MONTAGEM DO PRATO, BEM COMO A QUESTÃO DE BATER PAÓ A FIM DE JÁ IR DESPERTANDO SOBRE A COMIDA A ENERGIA DO ORIXÁ EM QUESTÃO.

500 grms de feijão preto; 
300 grms de carne de sol (carne seca ou jabá); 
300 grms de pé de porco salgados (equivale a dois pés); 
300 grms de rabo de porco salgado (equivale a dois rabos); 
300 grms de língua de porco salgadas (equivale a duas línguas); 
300 grms de costela de porco salgada; 
300 grms de orelha de porco salgada (equivale a duas orelhas); 
300 grms de lombo de porco salgado; 
300 grms de paio (equivale a dois gomos); 
300 grms de linguiça calabreza (equivale a um gomo);
2 cebolas grandes inteiras; 
8 dentes de alho; 
 

MODO DE PREPARO:

Deixar as carnes todas de um dia para o outro dessalgando, trocando várias vezes a água. Ou se preferir fazer mais rápido dar uma amolecida nas carnes durante duas horas na água e logo em seguida colocar no fogo para ferver e trocar de água no mínimo duas vezes. 

No caso da linguiça calabreza e do paio, separar uma certa quantidade (pode ser a metade) em tiras ou cubos e refogar a parte com a cebola e o alho. A outra metade será posteriormente cozida junto com as outras carnes para já ir distribuindo o sabor. 

No feijão se cozinha em panelas de pressão (dica para que o Feijão preto nao desbote, este deve ser cozido sem ser lavado ou deixado de molho). Após seu cozimento, retira-se o feijão do caldo. Utilizando o mesmo para cozinhar na pressão as carnes a fim de que as mesmas peguem a corzinha do caldo do feijão ficando bem pretinhas. 

Após todo o processo de cozimento e desalgagem das carnes, numa panela maior vamos fazendo uma montagem da seguinte maneira em camadas: uma camada de feijão, outra camada de carne e entre elas já vai se colocando o refogado de cebola, alho e as linguiças tanto refogadas como a serem cozidas a fim de distribuir o sabor suavemente. 

O caldo que cozinhou tanto o feijão e as carnes é então jogado nesta panela a fim de poder complementar a finalização desta comida tão saborosa em questão. Deixar levantar fervura durante uns 30 minutinhos sempre mexendo bem e com cuidado para não desfazer o feijão. 

É sempre válido lembrar que por se tratar de Comida de Orixá devemos evitar duas coisas: 
1º não se usa sal para comida de Orixá; 
2º para arriar a comida ao Orixá a mesma deve estar fria ou temperatura ambiente; 

MONTAGEM DO PRATO PARA O ORIXÁ 

Num Oberó (Alguidar nº 2), colocar no centro uma vela de sete dias Azul Marinho. Dentro do Alguidar pode-se escrever todos os pedidos ou agradecimentos que se deseja dar ao Senhor dos Caminhos. 

Colocada a vela ao centro do Oberó, ir colocando a feijoada de forma que fique bem distribuída e com um aspecto bem apresentavel e suculenta. Ascende-se a vela batendo logo em seguida o Paó, dando a Saudação: OGUNHÊ! 

Este prato deve ser arriado durante o período em que a vela estiver acesa. O melhor lugar é perto do portão ou porta principal da sua casa, Apos este período pode ser depositado o seu conteúdo num saco branco e colocado numa estrada ou a beira de um Rio ou Riacho. 

Obs: O restante da feijoada, pode ser dividido em duas partes: uma para a familia para seu próprio consumo. E a outra que seja dada de bom coração para alguem com dificuldades nos caminhos da vida. Lembrando que a comida dedicada aos viventes, já se acrescenta o Sal. 

Desta forma, meus amados, espero que esta simples contribuição possa ser de grande valia pra todos vcs. Pois eu confesso sempre que faço uma FEIJOADA PARA MEU PAI OGUM, seja qual for o meu problema os caminhos se abrem de forma rápida e com resultados surpreendentes. Axé meu Pai Ogum. Ogunhê!!!

13 comentários:

  1. Ola,gostei do que li,só uma pergunta,não se usa toucinho defumado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Motumbá meu ou minha irmão ou irmã anônimo. Obrigado pelo seu comentário e por sua pergunta que me fez não somente vir aqui responder com toda a atenção que merece, bem como, ainda colocar uma coisa que acho que quase ninguém percebeu. O ato de se oferecer a comida FEIJOADA DE OGUM é um prato que ogum gosta sim, mas devido ao FEIJÃO PRETO. Em segundo lugar, este prato para ser oferecido ao ORIXÁ OGUM, deve ser tirada toda a carne de porco, que se trata de uma kizila ao orixá, dependendo da qualidade do OGUM. Em terceiro lugar, justamente o TOUCINHO DEFUMADO, é tido e considerado como carne viçosa, o qual impossibilita seu uso não somente a OGUM propriamente dito, bem como todo e qualquer outro ORIXÁ.

      Excluir
  2. Então porque na receita acima consta os pertences de porco se vc diz que não pode ????
    não entendi!!!! a feijoada de ogum vai que tipo de carne então? ou é só o feijão preto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Motumbá meu (minha) amigo (a) anônimo(a). Que bom ver a continuidade de sua pergunta. E aqui estou para novamente explicar a fim de não ficar nenhuma dúvida quanto a esta questão. Vamos lá!
      A FEIJOADA DE OGUM, leva sim todos os pertences de carne de porco, com exessão do TOUCINHO DEFUMADO. Para o ORIXÁ OGUM, existem QUALIDADES que não aceitam a carne num todo, ou seja, ao se oferecer um prato para ele deve-se portanto retirar toda a carne ficando somente o FEIJÃO PRETO. Mas existem sim qualidades que a aceitam. Desta forma, ao oferecer este prato, é interessante anteriormente questionar um babalorixá ou Yalorixá para ver se a qualidade em questão que vai ser alimentada aceita ou não a carne em questão. Quanto aos VIVENTES, a FEIJOADA, prato muito oferecido em suas festas, pode ser oferecida em tranquilidade, pois se trata de um agrado ao dono da festa. Mas é válido lembrar que pessoas recem iniciadas ao ORIXÁ, num período de um ano, não devem se alimentar deste tipo de carne devido ao preceito. Se no caso a pessoa for de OMULU principalmente esta qualidade de carne é retirada de seu cardápio para o resto da vida. Espero que agora tenha entendido a questão.

      Excluir
  3. Oi! Meu nome é Kemuel Wesley e gostaria muito de fazer essa feijoada para meiu amado pai Ogum, mais tenho medo de não conseguir fazer da forma correta, tem algumas coisa que eu não intendo como por exemplo o recipiente que é colocado a comida do santo, e ainda mais moro em Goiânia cidade onde não existe estrada abeira de rio ou riacho. como faço? me oriente por favor. Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUKUIU Ola meu amigo Eu sou Axogum filho de N'kossi Mavambu (OGUM XÔROQUE )achei muito importante estar te passando que OGUM pode ser tratado em outros lugares como estrada de ferro(linha de trem ), ou vc pode caminhar até uma subida de morro ai vc sobe só um pouco arreia a oferenda e volta não pode terminar de subir entendeu e nunca coloque nada para Ogum na descida se for estrada de chão melhor ainda no preparo vc pede ao teu Pai Ogum que lhe ajude com intuições e abra seu coração para o Orixa que vai dar td certo vc pode arriar tbm uma cerveja e agradar ele com um lindo cravo vermelho(flor) e uma espada de São Jorge (planta) é só gritar "" Salve O Guerreiro,Salve o General Ogunhê, Patacurio o Jassi Jaissi

      Excluir
  4. Ogunhê.
    Ele é o dona das estradas.
    Penso que se há uma estrada bem movimentada na sua região,
    principalmente de houver uma com vários caminhos.
    Ali ele estará passando e recebendo a sua oferenda.
    Outra coisa o Orixá irá aceitar a sua oferenda pelo seu coração puro.
    Lembre-se os pedidos devem ser para coisas do bem coletivo.
    Ainda que individuais, mas que tenham um a repercussão nas pessoas a sua volta, como resultado das coisas alcançadas por você.
    Ogunhê. Patakori Ô!
    Olurum Kolofé!

    ResponderExcluir
  5. ola, ogunte, e iemanja com ogum, certo? que tipo de comida posso oferecer a esse santo?

    ResponderExcluir
  6. Ao que eu saiba, Feijoada de Ogum não leva rabo e nem orelha, essas partes do porco sim, são as interdições deste prato litúrgico. E não é apenas Omolu que "come" carne de porco, outros orixás também aceitam.

    ResponderExcluir
  7. Devemos lembrar que o presente blog está direcionado para a Religião de Umbanda, não para a Religião do Candomblé. As liturgias são totalmente diferentes, inclusive o ritual da Feijoada de Ogum no Candomblé envolve diversos preceitos próprios. Na Umbanda, a feijoada não está apenas vinculada ao Orixá Ogum, Preto Velho também a recebe como oferenda.
    E não devemos esquecer de dizer que na Religião de Umbanda existe uma preponderância das Entidades, não dos Orixás propriamente.

    ResponderExcluir
  8. OLA PORFAVOR ME RESPONDE VOU FAZER A FEIJOADA AMANHA MAS MORO DE ALUGUEL, GOSTARIA DE SABER QUANTO TEMPO DEIXO A FEIJOADA EM CASA? OUTRA PERGUNTA É PRO LADO DE FORA OU DE DENTRO DE CASA Q É PRA DEIXAR PORQ MORO DE ALUGUEL COM MUITOS OUTROS INQUILINOS

    ResponderExcluir
  9. Uma mãe de santo de umbanda pediu para eu colocar feijão branco com um peito de frango em cima para ogum.. Mas pelo quando e eu entendo feij branco é de egun, certo?

    ResponderExcluir
  10. Olá meu nome é Marcia. Quando vcs dizem que parte da feijoada de Ogum fica pra família,qual é o benefício pra família.

    ResponderExcluir

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.