Follow by Email

sábado, 9 de março de 2013

COLETÂNEA UMBANDA SAGRADA - LINHAS, FALANGES E LEGIÕES


Aqui estamos postando mais uma importante realidade que muitas vezes não conhecemos: a existência da diferença entre as LINHAS, as FALANGES e as LEGIÕES, na UMBANDA SAGRADA

De forma simples, clara e objetiva, buscamos esclarecer de forma básica estas diferenças a fim de podermos aos poucos ir aprendendo um pouco mais. Vamos ver como isto acontece: 

LINHA 



Grupo de entidades que pertencem a determinada vibração de um Orixá. 

1) LINHA: 

Linha é a grande e magnífica força energética que direciona esses espíritos para o trabalho na caridade. Essa energia é comandada por determinado Orixá. Daí, em se tratando de trabalhadores espirituais na Umbanda, essa linha receber o nome desse Orixá. 

Assim vejamos: 

a) Os Caboclos Índios, boiadeiros e baianos atuam na energia vegetal, daí,serem da linha de Oxossi. 

b) Pretos Velhos atuam na energia telúrica, dentro da essência da Sabedoria, na Confraria das Santas Almas, pertencendo, portanto,'a Linha de Obaluaiê( Linha das Almas,Yorimá, Africana e Iofá). 

c) Os Caboclos Marujos ou Marinheiros, tendo em vista sua essência aquática,pertencem a linha de Iemanjá. 

d) As Crianças na Umbanda não tem linha específica, dizemos pertencer a Linha de Ibêji. 

e) Exús são espiritos como nós na biusca da evolução que, ao adentrarem na Umbanda para trabalhar, na Linha de Exú do orixá do médium. 

LEGIÃO 

Cada linha é composta de Legiões e cada Legião tem um chefe que será uma entidade espiritual de grande força e luz. 

FALANGE 

São todos as entidades que participam daquela Legião e produzem o trabalho espiritual necessário. 

2) FALANGE: 

É o agrupamento dentro da Linha a que pertence aquela Entidade. Espíritos de muita luz e escolta iniciam as diversas falanges ,dando o seu nome a todos os espíritos que nela integrem. 

Assim a Cabocla Jupira pertence à falange da Jupira, Pae Benedito pertence à falange de Pai Benedito, Exu Tranca Ruas, pertence a Falange dos Trancas Ruas,e assim por diante. Daí num mesmo terreiro podem estar presentes, incorporados tantas Jupiras, tantos Pai Beneditos, Tranca Ruas, quantos médiuns que trabalhem com Entidades que estão integradas nessas mesmas falanges. 

3) VIBRAÇÃO: 



Cada Entidade trabalha com as energias da Natureza. É a natureza magística dos trabalhos de Umbanda e que é tão bem manipulada pelos seus trabalhadores espirituais. 

Embora manipulem e trabalhem com todas as sete forças energéticas da natureza, sempre haverá a predominância de uma, que é regida por determinado Orixá, sendo como se fosse o Ancestral daquela Entidade. 

Assim, temos a Cabocla Jupira que trabalha sob a Vibração Sagrada da Água tendo como, orixá Regente a Mãe Oxum. 

Querer identificar a Vibração de uma Entidade pelo seu nome ou Falange é confundir-se pois não será a realidade dita e apresentada por eles, além, do que estaríamos congelando o movimento energético vibracional e irradiador dos Guias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.