Follow by Email

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

A Quaresma e a Semana Santa no Candomblé


Muito antes do Advento de Jesus de Nazaré, o povo africano já respeitava a Quaresma, porém com um significado totalmente diferente do Cristianismo. Enquanto estes celebram a morte e a ressurreição de Cristo, os africâneres param suas funções e celebram o Olorogún, período em que os Orixás e Voduns entram em guerra contra o mal, para trazer o pão de cada dia para seus filhos.

Na quarta-feira de cinzas, todos os Orixás da casa devem ser vestidos e cada filho oferece a eles suas comidas preferidas, os atabaques são recolhidos, depois de serem lavados com ervas, somente sendo acordados no Sábado de Aleluia. Sendo a forma de fortalecer os Atbaques da casa.

No Sábado de Aleluia Ogun, guerreiro maior do panteão africano, faz a distribuição dos pães, representando a vitória na guerra pela paz.

No Candomblé a Semana Santa representa a Criação do Mundo, por este motivo, neste período seus seguidores devem vestir-se de branco, principalmente na sexta-feira, por ser este o dia em que os Orixás descem do Orún par conhecerem a grande criação de Olorun, executada por Ododuwa.

Na noite de quinta para sexta-feira os seguidores do Candomblé devem se proteger, usando seus contra-eguns, pois nesse dia Yansã está em guerra e não pode conter os eguns que nos rondam. Da mesma forma devemos nos alimentar com comidas brancas, tais como cangica, arroz, arroz doce, acaçás e pães.

Devemos também oferecer esses pratos a Oxalá, em busca de paz e prosperidade.

4 comentários:

  1. bem eu achei muito interesante esta teoria da quaresma e acaba que tudo se ve um significado de se fazer ou de existir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Motumbá meu querido(a) amigo(a) de nosso Blog Olhos de Oxalá. De fato este texto vem de encontro a muitos questionamentos sobre fé e doutrinas diversas, mas que nos faz perceber suas coligações.

      Excluir
  2. Durante esses quarenta dias o que nós filhos de coração devemos fazer?
    Me considero uma filha de coração pois os orixas abraçaram a mim e a minha família, nos ensinando sempre.

    ResponderExcluir

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.