Follow by Email

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

ALGUMAS COMIDAS DE YEMANJÁ - PARTE II

EJÁ

Material Necessário: Peixe de Qualidade Vermelho Azeite Doce Camarão Seco Socado Cebola Ralada.

Maneira de Fazer:
Cozinha-se o peixe em refogado de azeite Doce com camarão seco socado e cebola.



DIBÓ


Material Necessário: Canjica Cozida Azeite Doce Camarão Seco Socado Cebola Ralada.

Maneira de Fazer:
Cozinha-se a canjica, tempera-se com azeite doce, camarão seco socado e cebola ralada.



Ebôya


Material necessário
Canjica Branca
Cebola ralada
Camarão Fresco
Camarão Seco (opcional)
Azeite Doce

Modo de Preparo

Cozinhe a canjica e retire do fogo em ponto de total cozimento, pois para essa receita a canjica deverá estar ao dente, porém inteira, sem se desmanchar. 

Após isso, refogue o azeite doce com a cebola ralada, sem que a cebola não escureça, pois o Ebôya é um prato de  aparência clara, devido a própria canjica. Após a cebola estar semi-dourada, despeje os camarões limpos e deixe-os corar até atingir um tom de cor avermelhado.

Junte a canjica cozida a esse refogado de cebola e camarão; misture bem e o prato estará pronto para servir.Ao invés de utilizar o sal, utilizado somente em casas de keto, adicione camarão-seco em pequena porção.

Para a decoração deste prato, em uma frigideira coloque um pouco de azeite doce e acrescente camarões freco e seco; tire antes que eles fritem. Despeje o Ebôya em uma travessa de louça branca e decore com os camarões banhados no azeite.



Observação: De preferência, lave a canjica e deixe-a de molho na água um dia anterior ao preparo do Ebôya.

Dicas: Para dar mais gosto de camarão a canjica – Ao descascar os camarões frescos, reserve a casca sem a cabeça e passe-as no liquidificador ou na centrífuga com um pouco de água. Peneire a casca triturada, e com esse caldo do camarão deixe a canjica de molho, dentro da geladeira, um dia anterior ao preparo do Ebôya.
O sabor do prato fica outro, pode apostar!!!



Referências
Cossard, Giselle Omindarewá, Awô, O mistério dos Orixás. Editora Pallas. Página 107.



MOQUECA DE SIRI


1 – INGREDIENTES  
  • 200 g de carne de siri
  • Cebola, tomate, coentro, e sal a gosto
  • Suco de 1 limão
  • Azeite de dendê
  • ½ xícara de leite de coco
  • Farinha de mandioca para o pirão 
2 – MODO DE PREPARO 
  • Refogar os temperos no azeite de dendê;
  • Acrescentar o suco de limão;
  • Juntar o siri e cozinhar;
  • No fim, juntar o leite de coco e apurar o caldo;
Tirar a carne e fazer o pirão com o caldo, usando a farinha de mandioca.



Cuscuz de Yemanjá


1 – INGREDIENTES 
  • 1 cebola grande picada
  • 2 dentes alho amassados
  • 4 tomates picados
  • Azeite de oliva
  • 1 lata de sardinha (limpar a sardinha se preferir)
  • Temperos a gosto (salsinha, cebolinha, pimenta vermelha e o que mais desejar)
  • 1 ovo cozido em rodelas
  • 1 vidro de palmito
  • 1 lata de milho em conserva
  • 1 lata de ervilha em conserva
  • 1½ xícara de farinha de milho em flocos
Para Decorar
  • 1 ovo cozido em rodelas
  • Azeitonas sem caroço
  • E o que mais desejar (pedaços de sardinha, camarão, etc) 
2 – MODO DE PREPARO 
  • Refogar a cebola e o alho no azeite de oliva;
  • Acrescentar o tomate e depois a sardinha, mexer;
  • Acrescentar 3 copos grandes de água e levar a fervura;
  • Acrescentar os temperos a gosto, 1 ovo cozido em rodelas, o palmito, a ervilha e o milho;
  • Misturar bem e acrescentar lentamente 1½ xicara de farinha de milho em flocos;
  • Mexer bem sem parar até soltar da panela;
  • Untar uma forma com azeite de oliva;
  • No fundo e nas laterais da forma espalhar os ingredientes da decoração;
  • Transferir a massa do cuscuz para a forma já untada e decorada, pressionando para compactar a massa;
Deixe esfriar e desenformar.

17 comentários:

  1. Siri para Iemanjá ?
    Pelo amor de Deus, só pode ser brincadeira...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK...RINDO MUITO COM VC ANÔNIMO! RSRSRSR

      Excluir
    2. Que maluquice Siri ?
      Quizila certa.

      Excluir
  2. Sardinha para Iemanjá ?
    Meu querido, siri e sardinha são ewo para todos os Orixás. Não existe comida de Orixá que leve esses elementos. Sardinha frita é utilizada na Umbanda para falange de malandro, e só.
    Pare de escrever bobagens e procure se apurar mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKK TÁ MUITO ENGRAÇADO ESSE PAPO! TB NUNCA VI....

      Excluir
  3. Anônimo, é bom percebr que ainda existe gente séria como você. Servir sardinha para a dona de todas às cabeças é mesmo um absurdo!

    ResponderExcluir
  4. Gente o que fazer? Eu to começando uns dizem uma coisa outros dizem outra. Poxa estou perdida. Alguém pode falar a verdade as comidas verdadeiras dos orixás?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. QUERIDA...SE VC TÁ COMEÇANDO PERGUNTE AO SEU ZELADOR OU ZELADORA..NUNCA OFEREÇA SIRI...CARANGUEJO...SARDINHA...OVO FRITO...ABÓBORA...SÃO COMIDAS Q TRAZEM KIZILA PRO INKISSE...ORISÀ...VODUM E ETC...

      Excluir
  5. Irmaos, menos por favor... nossa religiao já é tao perseguida, incompreendida, atacada. Penso que nossa Mae das águas é tao amorosa que se um filho(a) quiser oferendar com sardinha ela aceitará, se for entregue com fé e amor. Lembremos que cada casa tem suas panelas, entao cada qual que mexa como for capaz ou aprendeu. Fundamentos existem, mas nunca vi uma cartilha da Umbanda ou do Candomblé, pois os antigos iam passando os segredos boca-a-boca aos adeptos e o que para uns parece errado, para outros é certo. Alias, quem tem axé... tem! vamos parar de xoxar a casa do outro, dexiem de ser tao críticos se quiserem que as religios afro sobrevivam! Asé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que VC está anônimo irmão q escreveu em 25/12/2015. Concordo com VC. Realmente devemos o máximo possivel preservar as tradições, mas nem sempre é possível. O pargo/ vermelho p ex n é peixe de todas as regiões. Saiamos do nosso umbigo e percebamos q orisa é maior que nossa vã filosofia e no caso de uma crítica, mais auxiliar no entendimento do que humilhar, está perto do orisa. Cada casa, cada tempo, cada necessidade traz mudanças. Não ofereço sardinha ou siri p mãe, mas se um dia só tiver isso talvez o faça e ela como boa mãe q é com certeza entenderá. Ou posso optar em no lugar de comida oferecer uma reza. Oferenda não é só comidas e coisas materiais. Isso são símbolos. Àse a todos! Q 2016 traga mais tolerância e compreensão aos nossos corações. Ao dono do Blog, no entanto, pesquisas são sempre bem vindas realmente. No candomblé tudo tem um porque.;) unre

      Excluir
    2. Que pena que VC está anônimo irmão q escreveu em 25/12/2015. Concordo com VC. Realmente devemos o máximo possivel preservar as tradições, mas nem sempre é possível. O pargo/ vermelho p ex n é peixe de todas as regiões. Saiamos do nosso umbigo e percebamos q orisa é maior que nossa vã filosofia e no caso de uma crítica, mais auxiliar no entendimento do que humilhar, está perto do orisa. Cada casa, cada tempo, cada necessidade traz mudanças. Não ofereço sardinha ou siri p mãe, mas se um dia só tiver isso talvez o faça e ela como boa mãe q é com certeza entenderá. Ou posso optar em no lugar de comida oferecer uma reza. Oferenda não é só comidas e coisas materiais. Isso são símbolos. Àse a todos! Q 2016 traga mais tolerância e compreensão aos nossos corações. Ao dono do Blog, no entanto, pesquisas são sempre bem vindas realmente. No candomblé tudo tem um porque.;) unre

      Excluir
    3. Amei as duas respostas acima... quem realmente conhece a religião so poderia postar isso... ouvi há muitos anos ou seja quando iniciei na Querida Umbanda - que, palavras de João de Alcantara Guimarães "João Caveira" que toda oferenda feita com Amor e de coração não precisa seguir um ritual a menos q seja um iniciado e sabe como deve ser feito... aos leigos importa o Amor...

      Excluir
    4. Amei as duas respostas acima... quem realmente conhece a religião so poderia postar isso... ouvi há muitos anos ou seja quando iniciei na Querida Umbanda - que, palavras de João de Alcantara Guimarães "João Caveira" que toda oferenda feita com Amor e de coração não precisa seguir um ritual a menos q seja um iniciado e sabe como deve ser feito... aos leigos importa o Amor...

      Excluir
    5. AGÔ...+ FUNDAMENTO NÃO É SINÔNIMO DE COLHER DE PAU...Q CADA UM MEXE COMO QUER...FUNDAMENTO É FUNDAMENTO...E EU NÃO POSSO ACEITAR QUE DENIGREM O CULTO...TÁ ERRADO...NÃO SE SERVE SARDINHA PRA ORISÀ...NEM SIRI...NEM CARANGUEJO...E ETC...AÍ QUEM ESTÁ FALTANDO COM RESPEITO É QUEM AFIRMA TAL COISA...MUKUIU!

      Excluir
  6. Primeiramente motumba motumbaxe a todos, em segundo amados, precisamos nos atentar mesmo é na questão ambiental, boa parte das espécies de siri e caranguejo são pegas e tiradas ilegalmente do seu habitat natural, pelo fato de estarem ameaçados de extinção. Infelizmente as pessoas só vê a questão de fundamento mas não olha a necessidade de preservar esses animais que também fazem parte dos orixás, acho que deveríamos ter mais respeito com a natureza, não faz sentido algum cultuar um orixá e ao mesmo tempo destrui-lo, já que são pontos de força da natureza.Axé a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MOTUMBASÈ! PRESERVAÇÃO NÃO TEM NADA A VER COM OFERTAS...AGÔ...+ UM DESAVISADO Q APRENDER ISSO AQUI E OFERECER SARDINHA PRA YEMANJÁ...VAI SE ENFRENTAR UMA KISILA...SE NÃO SABE...TUDO BEM...+ NÃO POSTA COISA ERRADA NÃO...UMA VEZ UMA AMIGA ME DISSE Q A MÃE DE SANTO DEU UM BANHO DE CACHAÇA NELA, ELA SENDO DE OSAALÀ....ME POUPE NÉ? CACHAÇA...CARVÃO...DENDÊ É UWO DE QQ ORISÀ FUNFUN! BJKSSSSSSSSSSSS

      Excluir

Gostou desta postagem? Deixe aqui seu comentário, sugestão, critica a fim de melhorar nossos serviços.